Arquivo mensais:abril 2013

Apresentação

Esta é a primeira edição do boletim Análise CAENI que tem como objetivo divulgar o andamento das pesquisas desenvolvidas pelo Centro de Estudos das Negociações Internacionais (CAENI), assim como os principais eventos, congressos e publicações da área de Ciência Política e Relações Internacionais.

O CAENI é um laboratório do Departamento de Ciência Política. Criado em 2005, desde o ano passado se tornou um NAP (Núcleo de Apoio à Pesquisa) da USP e tem se dedicado especificamente a compreender as relações Sul-Sul, com especial ênfase às relações entre os países pertencentes ao IBAS (Fórum India-Brasil-África do Sul).

Duas linhas de pesquisas são desenvolvidas neste NAP: a primeira linha é “Sociedade e Relações Sul-Sul”. Estão sendo desenvolvidas pesquisas sobre a percepção da sociedade brasileira sobre as relações Sul-Sul, a partir da aplicação de surveys estratificados e pesquisas experimentais sobre política comercial, em parceria com a North Carolina State University (NCSU)

A segunda linha, “Observatório Sul-Sul”, é dedicada a instituir um sistema de acompanhamento, em perspectiva comparada, das posições dos países em desenvolvimento (inicialmente, IBAS) nos mais importantes processos de negociações internacionais, com ênfase particular nos temas diretamente ou indiretamente relacionados ao comércio internacional. Trata-se, neste caso, de tentar entender as perspectivas da ação coletiva desses três países, tanto do ponto de vista da integração trilateral quanto das perspectivas do ponto de vista da governança global.

Nesta primeira edição de Análise CAENI, trazemos uma entrevista com a Professora Janina Onuki que atualmente é professora visitante na School of Public and International Affairs da North Carolina State University e colabora na pesquisa que o CAENI desenvolve em parceria com docentes desta Universidade.

Divulgamos também nossos Seminários de Pesquisa que acontecem às sextas-feiras, e outras publicações do Centro, todas disponíveis online: www.caeni.com.br

Amâncio Jorge de Oliveira, coordenador do NAP-CAENI