Análise Internacional, n. 1, Ano I

60

Após dois anos de atuação como think tank autônomo, o CENTRO DE ESTUDOS DAS NEGOCIAÇÕES INTERNACIONAIS (CAENI) passou, em 2005, a fazer parte do Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo (USP). É um novo momento.

Ao longo desses dois anos, o Caeni buscou, com seus cursos principais — Introdução às Negociações Internacionais e Capacitação em Negociações Internacionais – abertos para um público amplo e de distintas formações, ou oferecidos por demanda para instituições interessadas, investir na formação especializada de recursos humanos para governos, organizações não-governamentais, universidades e instituições internacionais. Nesse período, o Centro dedicou-se também a produzir estudos com vistas a subsidiar o posicionamento de entidades do setor privado no plano das principais negociações internacionais em curso.

O Caeni volta-se agora para um novo desafio: realizar pesquisa científica e aplicada de alto nível. Como se pode ver no box abaixo (Pesquisas Caeni), o recomeço é animador.

O lançamento deste ANÁLISE INTERNACIONAL está no marco dessas mudanças e novidades. A proposta é tornar disponível, ao público amplo e de especialistas, informações e análises sintéticas sobre temas de negociações internacionais, política externa, política comparada e outros tópicos centrais de relações internacionais. Além de opiniões de especialistas do próprio Centro e convidados externos, o ANÁLISE trará briefings de pesquisa, na forma de artigos produzidos por pesquisadores internos ou colaboradores externos.

A periodicidade mensal e a abordagem sintética imprimem um caráter distinto e  complementar a algumas publicações de referência já consolidadas na área de Relações Internacionais, tais como a Contexto Internacional e a Revista Brasileira de Política Internacional. O Análise surge, assim, como veículo de divulgação, além de instrumento de novas parcerias que procuraremos construir.

O Editor

2005-07 (jul) Analise_Internacional_n.1_Ano I