Diplomacia Civil abre inscrições para fóruns da ONU sobre mulheres e desenvolvimento social em Nova York

61

Programa oferece workshops online de capacitação antes dos eventos na sede da ONU

Dando o pontapé inicial de suas atividades para 2019, o Diplomacia Civil, programa do Instituto Global Attitude, busca jovens brasileiros para formar as delegações que participarão dos dois maiores fóruns da ONU dedicados à discussão sobre desenvolvimento social e igualdade de gênero: Commission for Social Development, promovido pelo ECOSOC, e UN Commission on the Status of Women, da ONU Mulheres.

Os selecionados terão a oportunidade de assistir a debates e palestras com líderes e organizações internacionais, além de contar com uma agenda de reuniões exclusiva, organizada pelo programa, e workshops online de capacitação com temas preparatórios para os eventos.

Sobre os fóruns

Commission for Social Development (CSocD) é realizado anualmente na sede da ONU em Nova York, com o objetivo de discutir temas-chave voltados ao cumprimento e desenvolvimento de políticas sociais de caráter geral. Um dos fóruns de maior relevância para abordar o desenvolvimento social e global, o CSocD chega à sua 57a edição e será realizado entre 9 e 15 de fevereiro, com o tema principal “Abordar as desigualdades e os desafios para a inclusão social através de políticas fiscais, salariais e de proteção social”.

Buscando dar seguimento ao cumprimento dos objetivos da Agenda 2030, o fórum destacará, ainda, os progressos realizados e revisará planos de programas de ação voltados principalmente a: equalização de oportunidades a pessoas com deficiências; Programa Mundial de Ação para Juventude; Plano de Ação Internacional de Madrid sobre o Envelhecimento; e questões de Família.

 

Já o Commission on the Status of Women (CSW), por sua vez, é o principal fórum da ONU dedicado exclusivamente à promoção da igualdade de gênero e empoderamento de meninas e mulheres. Todos os anos, o CSW discute a realidade das mulheres em todo o mundo, registrando os progressos e retrocessos e emitindo relatório com recomendações segundo os objetivos da Agenda 2030.

O fórum reúne representantes de governo, agências da ONU, organizações da sociedade civil e organizações com status consultivo do ECOSOC e, nesta edição, que acontece entre 10 e 16 de março, o tema será “Sistemas de proteção social, acesso a serviços públicos e infraestrutura sustentável para a igualdade de gênero e o empoderamento de mulheres e meninas”.

Como participar
Podem se candidatar estudantes, jovens profissionais e pesquisadores de 18 a 35 anos, independente da área de formação, até o dia 9 de dezembro (domingo), às 23h59, preenchendo o formulário eletrônico e anexando currículo.

O critério de seleção leva em conta tanto o desempenho acadêmico do candidato como o interesse pela temática abordada nos eventos, além da proposta de artigo, desenvolvido durante a preparação para a viagem.

O programa é pago e inclui o credenciamento no evento, passagens aéreas de ida e volta, traslado aeroporto-hotel, acomodação em hotel, seguro saúde, assistência na emissão de visto, workshops de capacitação, supervisão e orientação para redação do artigo de pesquisa, cartão de visita personalizado, certificado de participação e acompanhamento de um coordenador do Diplomacia Civil.

Sobre o Diplomacia Civil
O programa tem a missão de engajar jovens brasileiros na agenda mundial através de capacitação e coordenação de delegações para conferências internacionais, permitindo que futuros líderes brasileiros tenham voz ativa no cenário externo. Desde 2011, o Instituto Global Attitude já coordenou a participação de mais de 280 jovens em programas internacionais.