Manutenção e mudanças no Ministério das Relações Exteriores: perfis do corpo diplomático e padrões na carreira

    85
    Package Info
    File Size Number of Files 0
    Downloads 86 Created On Dec 12, 2018 07:06pm
    Download

    Manutenção e mudanças no Ministério das Relações Exteriores: perfis do corpo diplomático e padrões na carreira

    Abstract

    O presente trabalho tem como objetivo analisar perfis sociais e padrões de carreira do corpo diplomático brasileiro, tendo como parâmetro de comparação e referência o artigo de Zairo B. Cheibub (1989). Em relação aos perfis, notam-se o aumento médio da idade de ingresso, mudança dos nascidos no Rio de Janeiro para São Paulo, sutil alteração em gênero e raça, crescente entrada de formados pela Universidade de São Paulo e a Universidade de Brasília, e a liderança relativa dos bacharéis em direito. Para os padrões na carreira se comparam os tempos de promoção médios à elite diplomática (segundos ministros e embaixadores) entre as categorias sociais e demais variáveis institucionais. Apenas as últimas se destacam e o tempo médio de promoção aumenta, em ambas as hierarquias, para aqueles que possuem mais de uma passagem por postos diplomáticos de classes B e C. Já os segundos ministros que foram nomeados para cargos de confiança (DAS) sugerem ter seus tempos de promoção à elite, em média, diminuídos. Ambas as parcelas do trabalho apontam que as manutenções do perfil e dos padrões de carreira superam as mudanças no MRE.

    Rodolfo de Camargo Lima
    Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo, Brasil

    Amâncio Jorge Silva Nunes de Oliveira
    Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo, Brasil